terça-feira, 5 de agosto de 2008

O sangue coagulou,
a geada matou,
o silêncio imperou.

Mas...

o sorriso se abriu,
o sol apareceu e
as horas passaram.

Porém...

o olhar embaçou,
as pernas doeram
e a cabeça girou.

Ninguém disse que,

o coração acelerou,
os dedos gelaram e
os pensamentos voltaram.

Quem sabe no fim,

tudo se entenda,
o mundo gire e
o amor se transforme.

Um comentário:

Um passo além disse...

não pode ser nóia, são esses tempos brother, tem algo de errado.
Muito errado.