domingo, 8 de novembro de 2009

'Post it - histórias de pequenos papéis.'

A vi, fui até ela. Tomei coragem e declarei todo meu amor, de coração. Ela se mostrou indiferente, como se nada ouvisse, e por isso, nada me respondeu.
Fui embora desiludido e sem saber o por que do tratamento tão frio.

Só depois de descer do ônibus, é que notei que ela estava com fones de ouvido...

Um comentário:

Ricardo Reginato disse...

Algo me diz que já ouvi história parecida!